Paraná Mais Verde

O Programa Paraná Mais Verde, desenvolvido pela Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), em parceria com o Instituto Água e Terra (IAT), tem como objetivo despertar a consciência ambiental e aliar o desenvolvimento ambiental, econômico e social, por meio da produção e plantio de árvores nativas.

As mudas são plantadas em áreas que precisam ser recuperadas ou melhor arborizadas, bem como incentivar a população a plantar árvores, seja em área urbana ou rural, para colaborar no equilíbrio do clima.

O programa conta com as seguintes linhas de ação:

1) Revitaliza Viveiros:
A linha de ação “Revitaliza Viveiros” tem por objetivo fortalecer a cadeia produtiva da restauração por meio da reestruturação e modernização de 19 viveiros florestais e 02 laboratórios de sementes. Com essa melhoria nos viveiros, torna-se possível o aumento da produção de mudas, tanto em quantidade de espécies quanto em quantidade por espécie, garantindo a diversidade intraespecífica. Além disso, essa revitalização é necessária para garantir a efetividade de outras linhas do programa. Com os viveiros do estado bem estruturados, é possível apoiar a implementação dos viveiros socioambientais, produzir mais espécies ameaçadas de extinção, garantir a distribuição e o plantio de mudas nativas nas datas comemorativas e auxiliar com a entrega de mudas para a recuperação de áreas em parques urbanos. Ademais, uma das propostas do “Revitaliza Viveiros” é a elaboração do aplicativo Paraná Mais Verde, o qual visa à simplificação e à popularização do Sistema de Gestão Ambiental, para os pedidos de mudas, facilitando o acesso, pedido e retirada, bem como a comunicação e interação com o órgão ambiental. No aplicativo também deverão constar informações sobre espécies nativas e jogos interativos.

2) Viveiros Socioambientais:
Com intuito de aumentar o número de mudas disponíveis para a restauração florestal e disponibilizá-las para projetos de educação e sensibilização ambiental do estado, a Sedest e o Instituto Água e Terra visam à implantação de viveiros socioambientais em unidades penitenciárias e unidades das APAEs, em parceria com a Secretaria de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária (SESP) e a Federação da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais do Estado do Paraná. Além da disponibilização de mudas para propriedades rurais no entorno das penitenciárias e de aumentar a produção do estado, os viveiros socioambientais buscam promover atividades de educação ambiental, capacitação profissional e inserção social dos apenados e pessoas com deficiência.

3) Incentivo a Espécies Ameaçadas de Extinção:
No Bioma Mata Atlântica, predominante no estado, existem 276 espécies vegetais na lista oficial de espécies ameaçadas, entre elas o palmito-juçara (Euterpe edulis), a araucária (Araucaria angustifolia) e várias outras espécies arbóreas. Assim, outra linha de ação do programa é o incentivo às  espécies ameaçadas de extinção como estratégia para o fomento da conservação da biodiversidade. Nesse sentido, o objetivo é promover a conservação da biodiversidade e restauração ecológica ao incentivar a recuperação do bioma Mata Atlântica e o enriquecimento de fragmentos florestais, utilizando espécies da flora ameaçadas de extinção, garantindo a sobrevivência dessas espécies no estado.

4) Datas comemorativas:
As datas comemorativas sobre meio ambiente devem ser anualmente celebradas, para que seja constantemente lembrada a importância dos recursos ambientais. Nesse sentido, o Programa Paraná Mais Verde, por meio do evento público de disponibilização e plantio de mudas de espécies nativas, divulga a necessidade de conservação da natureza. Com esse plantio, muitas áreas são recuperadas na busca pelo retorno do equilíbrio ecossistêmico. O intuito é realizar a divulgação das espécies nativas do Paraná, destacando as espécies ameaçadas, para que a população tenha conhecimento a respeito da flora paranaense. Assim, as principais datas celebradas são o Dia da Água (22/03), Dia do Meio Ambiente (05/06), Dia da Árvore (21/09) e Dia do Rio (24/11).

5) Parques Urbanos:
Esta linha de ação tem por objetivo a disponibilização de recursos financeiros para a recuperação de áreas de fundos de vale nos municípios. Essas áreas são pontos mais baixos de um terreno acidentado, condição geográfica acompanhada por uma profusão em recursos hídricos como rios, canais, córregos e nascentes. Com a criação das cidades e o desenvolvimento e avanço dos centros urbanos, essas áreas têm sofrido com a falta de planejamento adequado e de estratégias de conservação. As más práticas geram um impacto negativo não apenas ambiental, mas também social, desencadeando processos de ocupação irregular, inundações, deposição de resíduos, erosão e diversas outras situações prejudiciais. Com essa ação, é possível ampliar as áreas verdes urbanas, evitando e corrigindo os problemas mencionados e promovendo o bem-estar da população paranaense, proporcionando áreas de lazer em contato com a natureza.

6) Poliniza Paraná:
O objetivo do Poliniza Paraná é ampliar as ações do projeto “Jardins de Mel”, da Prefeitura de Curitiba, para os demais municípios do Paraná, visando à divulgação para a conservação das abelhas nativas sem ferrão, bem como o despertar da consciência ecossistêmica e a compreensão do funcionamento harmonioso da natureza. Desse modo, as abelhas e a produção de mel representam a funcionalidade e os benefícios que a natureza provê para os seres humanos.

 

 Resultados:

Desde o lançamento em 2019 até julho de 2022, o Paraná distribuiu mais de 6,5 milhões de mudas nativas de todas as espécies. Isso equivale a 5,5 mil hectares, ou seja, uma área aproximada de 5,5 mil campos de futebol. 

2019: o lançamento do Programa, no dia 23 de setembro de 2019, foi alusivo ao Dia da Árvore, comemorado no dia 21 de setembro. A ação se resultou no plantio de mais de 400 mil mudas nativas, na qual foram entregues nas mais de 2.500 Escolas Estaduais e Especiais do Paraná. A ação foi inédita no Brasil e mobilizou mais de 3 mil técnicos, 470 veículos e um barco. Um grande trabalho logístico que envolveu a Defesa Civil, o Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Secretaria de Estado da Educação e Esporte, Sanepar, Copel, Corpo de Bombeiros e prefeituras.

2020: no dia 21 de setembro, Dia da Árvore, foram realizadas diversas ações de plantio em todas as 21 regionais do IAT distribuídas pelo Estado do Paraná. Os escritórios se mobilizaram para realizar parcerias e levantar áreas propícias para a restauração. Com isso, foram plantadas 575.363 mudas em 521,401 hectares. Além disso, devido à pandemia do Covid-19, foi criado o sistema drive-thru para distribuição de 20.952 mudas. O IAT e a Sedest tiveram vários parceiros para essas ações, como prefeituras, produtores rurais, ONGs, cooperativas, escolas, universidades, parques, comunidades e empresas.

Outra ação importante, no final de outubro de 2020, foi o plantio de 46 mil mudas de Araucárias durante uma semana em 12 municípios. Isso equivale a mais de 367 hectares reflorestados, ou seja, 367 campos de futebol. O IAT e a Sedest obtiveram apoio de diferentes instituições, como prefeituras, Rotary, empresas, ONGs, produtores rurais e IDR.

2021: durante o ano os escritórios do IAT promoveram diversos eventos de distribuições de mudas em formato drive-thru, em troca de doações de roupas, alimentos, rações ou brinquedos. No Dia da Árvore, 21 de setembro, as ações de plantio se resultaram em 540.817 mudas (387,69 hectares) e no sistema drive-thru foram distribuídas 81.739 mudas. O IAT e a Sedest tiveram vários parceiros para essa ação, como prefeituras, produtores rurais, ONGs, cooperativas, escolas, universidades, parques, comunidades e empresas.

 

 O Paraná é também um dos estados que mais preservam, com um total de 19,9 milhões de hectares de vegetação, sendo: 5,8 milhões de hectares de floresta nativa (29,117%) e 1,2 milhões de hectares de plantios florestais (6,466%).

 

Viveiros Florestais do IAT:

As espécies nativas distribuídas são oriundas dos 19 viveiros mantidos pelo Instituto Água e Terra, que produzem, por ano, cerca de 3 milhões de mudas de 100 espécies nativas, incluindo as ameaçadas de extinção como a Imbuia, Araucária e Peroba Rosa. Saiba mais AQUI como obter sua muda.

 

 Benefícios de uma árvore:

Além da sombra que nos proporcionam, as árvores são essenciais principalmente para combater dois fatores que mais estamos sofrendo no momento: aquecimento global e crise hídrica. As plantas são protetores térmicos que ajudam a manter as temperaturas amenas, além de propiciar um ar mais puro e manter a humidade da terra, influenciando na produção e conservação das águas.

Preservar o meio ambiente é preservar a vida, oferecer melhor qualidade de vida para as pessoas e garantir um mundo melhor para as gerações futuras. Quando se preserva, temos um equilíbrio no ecossistema, as águas chegam com melhor qualidade em nossas torneiras, melhora a produção de alimentos, o ar que respiramos, entre outros benefícios. 

 

 Contato:

Para maiores informações ou sugestões, entre em contato pelo e-mail: paranamaisverde@iat.pr.gov.br

 Resultado de um ano do Programa Paraná Mais Verde:

 Conheça as atividades de nossos viveiros florestais:

 Acesse AQUI o folder com dicas para o plantio da sua muda.

 

  • PR Mais Verde
    Foto: Alessandro Vieira

    Foto: Alessandro Vieira
    Muda nativa
    Foto: Divulgação Sedest

    Foto: Divulgação Sedest
    Viveiro florestal
    Foto: Alessandro Vieira

    Foto: Alessandro Vieira
    Viveiro florestal
    Foto: Alessandro Vieira

    Foto: Alessandro Vieira
    PR Mais Verde
    Foto: Divulgação IAT

    Foto: Divulgação IAT
    PR Mais Verde
    Foto: Divulgação IAT

    Foto: Divulgação IAT
    PR Mais Verde
    Foto: Divulgação IAT

    Foto: Divulgação IAT
    Distribuição de mudas
    Foto: Divulgação IAT

    Foto: Divulgação IAT
    Drive-thru
    Foto: Divulgação IAT

    Foto: Divulgação IAT
    Doações
    Foto: Divulgação IAT

    Foto: Divulgação IAT
    PR Mais Verde
    Muda nativa
    Viveiro florestal
    Viveiro florestal
    PR Mais Verde
    PR Mais Verde
    PR Mais Verde
    Distribuição de mudas
    Drive-thru
    Doações