Expedição Filhas do Paraná vai percorrer 2,5 mil km para conscientizar sobre Outubro Rosa
14/10/2021 - 12:47

Saúde, economia, sustentabilidade, turismo, esporte e aventura. Tudo misturado para deixar o Paraná mais rosa nos próximos 15 dias. É assim, empunhando a bandeira do Outubro Rosa e da prevenção ao câncer de mama, que 15 mulheres motociclistas deram início nesta quinta-feira (14) à Expedição Filhas do Paraná, uma viagem de 15 dias pelo Estado, percorrendo 40 cidades e mais de 2,5 mil quilômetros.

A largada para a rota ocorreu no Palácio Iguaçu e contou com a presença do governador em exercício Darci Piana – o governador Carlos Massa Ratinho Junior está participando de uma missão internacional nos Emirados Árabes Unidos. O evento conta com o apoio da Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), por meio da Paraná Turismo e do Instituto Água e Terra (IAT), Paraná Esporte e da E-Paraná Comunicação.

“É um projeto especial, por ser das mulheres, e uma iniciativa moderna, que alia a divulgação do turismo do Paraná para todo o País e a promoção da saúde, da conscientização dos cuidados necessários para a prevenção do câncer de mana através do Outubro Rosa”, afirmou Piana. “O turismo é uma bandeira muito importante para o governador Ratinho Junior e esse evento colabora para isso”.

Diretora-geral e secretária em exercício da Sedest, Fabiana Campos destacou que as motociclistas farão paradas estratégicas durante todo o percurso para o plantio de 250 mudas de espécies nativas (manacá-rosa) produzidas nos viveiros do IAT:

fabiana

 

“Esse projeto congrega inovação, saúde, sustentabilidade e meio ambiente. Tudo através da força da mulher paranaense. E o manacá-rosa será a lembrança e o marco desta travessia pelo Estado”.

O itinerário, idealizado pela Paraná Turismo, prevê a passagem por 40 municípios que fazem divisa com Santa Catarina, São Paulo e Mato Grosso do Sul, e fronteira com Argentina e Paraguai, de diferentes regiões do Estado. A chegada será no dia 30, em Matinhos, no Litoral. “Vamos mostrar e promover os pontos turísticos do Paraná, ajudando no renascimento do setor”, comentou o diretor de Marketing e Inovação da Paraná Turismo, Irapuan Cortes.

Presidente da Confraria Filhas do Vento e da Liberdade e uma das idealizadoras do projeto, Telma Crummenauer era uma das mais empolgadas com a possibilidade de conhecer uma série de cantinhos do Paraná com o vento batendo no rosto. “É uma viagem de conscientização para que a mulher possa se amar e se cuidar. E permitir que a gente conheça de fato o nosso Paraná”, afirmou.


ACOMPANHE A EXPEDIÇÃO:

 Pelo Instagram das Filhas do Vento e da Liberdade

 Pelo Portal Ame-se - o portal da mulher paranaense

 


 

GALERIA DE IMAGENS

Últimas Notícias