Programa Parques Paraná

O Parques Paraná é um Programa da Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), executado pelo Instituto Água e Terra (IAT), que visa o fomento do uso público e turismo nas Unidades de Conservação (UCs) do Estado, com foco no desenvolvimento socioeconômico, sob bases sustentáveis, e a prática do Ecoturismo consciente.

A proposta é valorizar o patrimônio natural do Paraná e propor alternativas de desenvolvimento do turismo nas Unidades de Conservação, e em suas regiões de entorno, por meio de ações conjuntas entre os órgãos de governo e parceiros.

O IAT administra atualmente 70 Unidades de Conservação, divididas entre 50 unidades em regime de proteção integral e 20 unidades em regime de uso sustentável, totalizando uma área de 1.250.235,77 hectares de áreas conservadas. Destas, 29 unidades são abertas à visitação pública e são consideradas integrantes do Programa Parques Paraná.

O Programa encontra-se dividido em quatro linhas, sendo elas: Uso Público e Turismo, Paraná Aventura, Parque Escola e Voluntariado. O objetivo é a integração com a população e a modernização das formas de gestão, gerando um convívio consciente com o meio ambiente e promovendo a conservação e a educação ambiental de forma ativa.

 

Linha de atuação para a estruturação, qualificação e promoção das Unidades de Conservação, com a participação em eventos técnicos e promocionais, tais como Boat Show, Festival de Turismo de Foz do Iguaçu e Abeta Summit, em parceria com a Paraná Turismo.

Dentre as ações de estruturação e qualificação está a modelagem de delegação de uso que tem como objetivo principal encontrar o instrumento jurídico mais adequado para realização da delegação, seja ela concessão, autorização de uso, gestão compartilhada, dentre outras, e preparar a Unidade de Conservação para o trâmite processual necessário.

O Paraná se destaca por ser o local de realização e celebração da primeira concessão de Unidade de Conservação federal, o Parque Nacional do Iguaçu, em 2000, e o pioneiro em concessão de Unidades de Conservação estadual, com o Parque Estadual de Vila Velha, em, 2019, além de adotar outros modelos como: Autorização Precária, Permissão de Uso, Parcerias Público Privadas, Cessão / Convênio Municipal e Gestão Compartilhada.

Além do Parque Estadual de Vila Velha, estão em desenvolvimento estudos para o Parque Estadual do Guartelá, Monumento Natural Estadual Salto São João, Jardim Botânico de Londrina, Parque Estadual da Ilha do Mel e Parque Estadual da Ilha das Cobras. Todos em parceria com a Superintendência Geral de Parcerias (SGPAR), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e do Turismo.

 

Eixo temático desenvolvido em parceria com o Sebrae/PR (Serviço de Apoio à Micro e Pequena Empresa), Abeta (Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura) e Paraná Turismo. O objetivo é regulamentar e qualificar a oferta de atividades de turismo de aventura em Unidades de Conservação, através da publicação de instrumentos que estejam em consonância com as mais recentes normas de segurança, assim como equipar as unidades com recursos de segurança adequados, capacitar profissionais e normatizar o uso dos espaços corretos pelas empresas de turismo de aventura que tenham as certificações necessárias, priorizando sempre a segurança do visitante.

 

O Programa foi lançado pelo Governo do Estado em 29 de junho de 2011 e está sendo retomado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), em parceria com a Secretaria de Estado da Educação e do Esporte e Instituto Água e Terra.

A intenção é levar alunos da Rede Estadual de Ensino às Unidades de Conservação do Paraná com o objetivo de: 

  • Promover ações educativas com informações sobre as Unidades de Conservação;
  • Envolver e comprometer os alunos na conservação do patrimônio natural do Estado do Paraná; 
  • Proporcionar aos professores e estudantes, conhecimento e interpretação ambiental, por meio do contato direto com o ambiente natural, cultural e histórico, melhorando a relação do homem com a natureza;
  • Aprimorar, através da experiência vivida, a sensibilização ambiental.

 

O VOU possibilita o ingresso de pessoas, as quais, espontaneamente, colaboram em atividades de manejo e gestão para proteger o patrimônio natural do Estado.

O trabalho voluntário é uma importante estratégia de envolvimento da sociedade na conservação da sociobiodiversidade e gestão das unidades de conservação (UCs), de prática da cidadania, além de contribuir para o alcance dos objetivos de criação das UCs.

Ao atuar como voluntário o indivíduo ou grupo tornam-se agentes transformadores, doando seu tempo e conhecimento em benefício da sociedade, do bem público e em prol da conservação ambiental. Além, é claro, da oportunidade de conhecer as mais belas UCs do Paraná.

 

 Em que linhas posso atuar dentro do VOU?

  • Atendimento ao visitante, prestando informações, na recepção ou nas trilhas, sobre a unidade de conservação e seu entorno;
  • Manutenção de trilhas e/ou instalações;
  • Atuação em projetos de educação ambiental e pesquisa;
  • Auxílio nos trabalhos administrativos da UC;
  • Atuação em operações de identificação e combate a incêndios ou de resgate de visitantes perdidos e/ou acidentados;
  • Participação em ações de recuperação de áreas degradadas;
  • Auxílio na implementação de projetos de manejo das UCs.

 

 Onde posso atuar?

 

 O que o IAT oferece ao voluntário?

  • Alojamento nas unidades com infraestrutura;
  • Alimentação;
  • Transporte (limitado ao translado entre o escritório regional responsável e a UC);
  • Certificado;
  • Seguro de acidentes durante a permanência do voluntário na UC.

 

 Como participar do programa?

Como o VOU ainda está em fase de implementação, estamos criando o banco de dados de cadastro dos interessados em participar do programa.

Os dados informados nesse pré-cadastro serão utilizados na identificação das áreas de interesse do voluntário, disponibilidade para atuação, para contato quando iniciarmos os trabalhos e para contratação do seguro.

Então cadastre-se, é rapidinho!

 

 Confira o vídeo sobre Turismo Sustentável nas UC's:

 Confira o vídeo sobre Plano de Manejo das UC's:

 

  • Vila Velha
    Foto: José Fernando Ogura
    Foto: José Fernando Ogura
    Ilha do Mel
    Foto: Denis Ferreira Netto
    Foto: Denis Ferreira Netto
    Salto São João
    Foto: Alessandro Vieira
    Foto: Alessandro Vieira
    Guartelá
    Foto: Divulgação Sedest
    Foto: Divulgação Sedest
    Bosque do Papa
    Foto: Geraldo Bubniak/AEN
    Foto: Geraldo Bubniak/AEN
    Pico Paraná
    Foto: Denis Ferreira Netto
    Foto: Denis Ferreira Netto
    Marumbi
    Foto: Denis Ferreira Netto
    Foto: Denis Ferreira Netto
    Anhangava
    Foto: Alessandro Vieira
    Foto: Alessandro Vieira
    Parque do Palmito
    Foto: Denis Ferreira Netto
    Foto: Denis Ferreira Netto
    Pau Oco
    Foto: Denis Ferreira Netto
    Foto: Denis Ferreira Netto
    Rio da Onça
    Foto: Denis Ferreira Netto
    Foto: Denis Ferreira Netto
    Vila Velha
    Ilha do Mel
    Salto São João
    Guartelá
    Bosque do Papa
    Pico Paraná
    Marumbi
    Anhangava
    Parque do Palmito
    Pau Oco
    Rio da Onça