Programa Parques Urbanos

O Programa Parques Urbanos, lançado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), em parceria com o Instituto Água e Terra (IAT) e prefeituras, pretende incentivar a criação de parques em regiões de fundo de vale ou áreas com ações erosivas. Uma das características comuns às áreas de fundo de vale é a presença de recursos hídricos, o que aponta para a existência de Áreas de Preservação Permanente Ecológica (APP).

Além do lazer e conservação ambiental, esses novos espaços podem ser potenciais turísticos para os municípios.

Lançado em 2019, o Programa recebeu investimentos de R$ 51,2 milhões e chegará a 47 cidades. 

  • 3 Parques Urbanos já foram inaugurados (Araruna, Maringá e Guaíra);
  • 44 Parques estão em execução;
  • 35 Parques já tiveram projetos aprovados e aguardam assinatura de convênios;
  • Mais 100 municípios estão elaborando projetos.

A implantação desses parques surge como uma alternativa de minimização dos impactos negativos da expansão urbana e de controle de cheias, transformando o espaço em equipamento público de lazer e manutenção dos recursos hídricos existentes.

 

 Como criar um Parque Urbano?

Para a criação de um Parque Urbano, os municípios devem identificar as áreas com características de fundo de vale ou com ações erosivas, e apresentar um pré-projeto ao Setor de Projetos Especiais do Instituto Água e Terra.

Após aprovação do projeto, é firmado um convênio em que o IAT faz os repasses financeiros conforme a progressão da obra. É necessário que o município tenha, além da aprovação do projeto e do convênio firmado, a Licença Ambiental e a Outorga ou Dispensa de Outorga emitidas também pelo IAT.

Os espaços públicos devem ser livres para as trocas de experiências entre os usuários, garantindo a segurança e a conservação do meio ambiente. O tempo das obras varia de acordo com o tamanho do espaço.

 

 Cidades contempladas:

Alto Paraíso, Altônia, Ampére, Andirá, Araruna, Boa Vista de São Roque, Brasilândia do Sul, Campina da Lagoa, Campo Mourão, Cianorte, Cidade Gaúcha, Corumbataí do Sul, Cruzeiro do Iguaçu, Cruzeiro do Oeste, Diamante do Norte, Formosa do Oeste, Guaíra, Itaguajé, Janiópolis, Jardim Olinda, Juranda, Jussara, Kaloré, Laranjal, Mangueirinha, Maria Helena, Marilena, Maringá, Marumbi, Moreira Sales, Nova Londrina, Nova Olímpia, Perobal, Pitanga, Primeiro de Maio, Quatro Barras, Rondon, Santa Isabel do Ivaí, Santa Mônica, São João, São João do Ivaí, São Tomé, Sapopema, Tapejara, Terra Rica, Umuarama e Ventania.

  • Parques Urbanos
    Terra Rica
    Foto: Divulgação Sedest
    Foto: Divulgação Sedest
    Tapejara
    Foto: Divulgação Sedest
    Foto: Divulgação Sedest
    São Tomé
    Foto: Alessandro Vieira
    Foto: Alessandro Vieira
    Projeto Parques Urbanos
    Projeto Parques Urbanos
    Projeto Parques Urbanos
    Projeto Parques Urbanos
    Parques Urbanos
    Terra Rica
    Tapejara
    São Tomé
    Projeto Parques Urbanos
    Projeto Parques Urbanos
    Projeto Parques Urbanos
    Projeto Parques Urbanos